domingo, 16 de maio de 2010

Nós tambem participamos. rs.

O hino nacional grego era executado na Praça e ouvia-se por muitos quarteirões em megafones espalhados.





Eu e Otaviano caminhamos junto aos manifestantes para sentirmos o clima do protesto.
Famílias inteiras caminhavam juntas por quilômetros e quilômetros de ruas. Era um movimento lindo em que, por mais de cinco horas pudemos observar a caminhada organizada ao som do hino nacional e de palavras de ordem até que o batalhão de choque da polícia chegou e um dos manifestamos atirou a garrafa de água ( aqui ainda há garrafa de vidro) nos policiais. Estes não reagiram mas isso atiçou a fúria de outros inúmeros manifestantes que jogaram as garrafas e copos de plástico sobre a polícia que passou a usar balas de efeito. Aí saimos de perto deles, claro.
video
Pena que a partir daí a violência de alguns provocou três mortes. No dia seguinte foi possível ver o resultado da violência com carros queimados e vitrines estilhaçadas até próximo à Acrópole.
Fico indignada com os noticiários da TV que só falam da parte violenta das manifestações. Nenhum deles registrou as mais de cinco horas da movimentação pacífica organizada e tão bela que presenciamos.




Hino da Grécia
Se gnoriso apo tin kopsi.
Tou spathiou tin tromeri,
Se gnoriso apo tin kopsi
Pou me via metra tin yi.
Ap' ta kokala vialmeni
Ton Ellinon ta iera,
Ke san prota andriomeni,

Haire, o haire, Eleftheria!

(repita as duas últimas linhas três vezes)

Tradução:
Hino da Grécia 

Reconheço-te pelo gume
Do teu temível gládio;
Reconheço-te por esse rápido olhar
Com que fitas o horizonte.
Saída das ossadas
Sagradas dos Helenos,
E pujante da tua antiga bravura,
Saúdo-te, saúdo-te, Oh Liberdade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário