sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Quinto Dia - Valparaiso - Chile


Saímos cedo para ir a Valparaiso.  A cidade é linda!
Informações da Wikipédia: "Valparaíso pertencente à conurbação chamada Grande Valparaíso. É capital da Província de Valparaíso e capital regional da V Região do Chile. Seu atual alcalde (prefeito municipal) é Aldo Cornejo. Situa-se a 117 km da capital chilena, Santiago, por moderna rodovia.
Valparaíso é a sede do Poder Legislativo da República do Chile, ademais de outras repartições estatais (o Comando da Armada de Chile, o Serviço Nacional de Aduanas e o Conselho Nacional da Cultura e das Artes).
A Área Histórica de Valparaíso foi declarada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 2003."


A casa de Pablo Neruda lá é um encanto; foi a que mais gostei.

Recebemos fones para ouvirmos as descrições dos cômodos e objetos expostos na casa além da história de sua construção e dos hábitos do poeta. Junto aos fones, há um livreto com instruções para escolha da língua preferida e as instruções, histórias e indicações dos objetos a que se referem são muito didáticas.

Logo à entrada, paramos para ver um vídeo onde o próprio poeta conta sobre sua obra. Muito interessante!

















video

video



O almoço foi o mais aconchegante de todos os dias. Em um Café que é pura arte - ateliê, com o calor das tintas que  colorem todos os objetos e as paredes e com o calor de duas mulheres hospitaleiras: Maria Soledad e Lorena.

A praça que finaliza os 236 degraus de  acesso ao espaço, cujas outras opções de chegada seriam taxi ou um bondinho que parece desativado.  Nesta praça, que é uma arena de eventos, nos sentamos e ouvimos músico e poetas em Sarau.

video


video

video


Durante essa apresentação, Maria Soledad e Lorena serviram-nos taças com água, refrigerante, vinho  -  indo e vindo ao outro lado da rua, sempre com sorriso de boas vindas.

Um mimo de Valparaiso aos que viemos por ares e/ou por terra, atravessamos mares e/ou continentes ou somente ruas e nos juntamos nesse espaço público: um porto de chegada ou de partida, porto esse que foi salvação para muitos chilenos banidos pela violência do golpe militar.

É para denunciar e prevenir outras violências que jogamos nossas palavras em forma de versos nesses portos... para que aprendam a usar a palavra-argumento, a palavra-defesa, a palavra-paz; para que possa guardar os canhões e outras armas expelidoras de mortes e feridas permanentes.

video


video

        
video




Deliciosa salada verde com alface e abacate entre outras fibras,  temperada com limão,ervas e carinho foi o primeiro prato desse almoço que nos alimentou organismo, corpo e espírito.



Matilde foi nossa companheira de mesa, no almoço. O espaço mínimo transformou em aconchego o momento do almoço. Café B&B de las artes  onde se encontra Café- Livros-Arte/ Exposiciones/ Bazar/ Hostal / Café.

video


Dois momentos: ternura e reflexão; Matilde marcou nosso convívio com sua fortaleza e seus poemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário